Menu Principal


GESTÃO DE GABINETE DE MAGISTRADOS DE PRIMEIRO GRAU PDF Imprimir E-mail

Por Clovis Frank Kellermann Jr.,
Marcos Luís Agostini e
Rodrigo Kern Faria

 

O tema “gestão judiciária” nunca esteve tão em voga. A realidade atual do Poder Judiciário exige essa nova postura como forma de dar conta do ingresso descomunal de feitos judiciais a cada ano. O juiz moderno deve ser cônscio de que, além do conhecimento jurídico e técnico, deve procurar adotar técnicas e métodos de organização e planejamento. Em especial, ante a diversidade de atribuições, o gerenciamento das atividades jurisdicionais se impõe sobremaneira ao juiz de primeiro grau. Para tanto, deve este ter por norte os princípios constitucionais da Administração Pública, em especial o princípio da eficiência sob uma visão moderna de qualidade e produtividade. Para tal mister, imperiosa se mostra a utilização de métodos e práticas que racionalizem e otimizem as atividades, sem olvidar que a formação de uma equipe qualificada de trabalho e a correta delegação de atribuições são imprescindíveis.
Em paralelo, necessário também o constante controle e fiscalização dos resultados, processos de trabalho e delegação de tarefas, visando a  aprimorar a gestão das atividades-meio, necessárias à prestação jurisdicional, que por sua vez buscam equacionar os aspectos qualitativo e quantitativo dos resultados.

Leia mais...