O JUIZ E A COMUNIDADE Imprimir

Por Guilherme Machado da Silva

 

Numa visão tradicional, o papel do juiz resume-se à realização de audiências, elaboração de despachos, decisões e sentenças. Qualquer interação com a comunidade é tarefa estranha às suas atividades e deve ser evitada para não macular sua imparcialidade. Tal postura constitui, certamente, um dos motivos para que se mostre distorcida a imagem que a população tem do Poder Judiciário. No entanto, vem se firmando a ideia de que o juiz, para cumprir integralmente seu papel e realizar uma boa prestação jurisdicional, deve manter constante comunicação com o grupo social no qual atua, com os demais poderes e instituições, bem como com os órgãos de imprensa. E são várias as alternativas possíveis na concretização de tal conduta. Corolário lógico é a busca de um profissional com uma formação holística, não apenas com conhecimentos jurídicos teóricos.

 

Leia mais...